Close
Exit

Muitas igrejas hoje mudaram para os IEMs (monitores intra-auriculares) para reduzir a desordem do palco, reforçar o som e aumentar a musicalidade na banda. O controle sonoro e individual dos IEMs é fantástico, mas leva algum tempo para se acostumar – especialmente porque o ambiente comunitário relacional que é adoração é muito diferente de um desempenho direto. Compilado de alguns grandes amigos que vieram antes de nós no mundo IEM, aqui estão 10 boas práticas para usar IEMs em seu ambiente de adoração.

Vai levar tempo para se acostumar a usar IEMs, então decida agora que, porque você não pode voltar atrás, você vai continuar ficando melhor em usá-los. Há coisas para aprender sobre como usá-las, como manter o ambiente relacional que é adoração intacta como você faz, e como criar um mix de monitor que funciona para você e para o som geral.

10 Práticas recomendadas para o uso de monitores intra-auriculares em adoração

1. Use-os corretamente, e “Relacionalmente”

Aproveite o tempo para aprender a colocar seus IEMs em torno de sua orelha, e inseri-los corretamente para que eles fiquem bem. Se isso não acontecer, você não vai ouvir bem. Coloque cabos na parte de trás da sua camisa, ou pelo menos em torno de suas costas. O mais óbvio é por estar usando fones de ouvido, mais claramente você envia uma mensagem de desconexão (pense em um adolescente com seus fones de ouvido em uma reunião familiar). Seja o mais discreto possível. (Para bateristas, especialmente por trás de um aquário, às vezes usando isolamento de fones de ouvido com um abafamento maior não é tão ruim. De qualquer forma, todo mundo sabe que você já está isolado! Mas evite isso para o baixista, e todos os outros).

[Lembre – tudo traz uma mensagem quando estamos no palco. Como um suporte de partitura erguido bem alto e entre nós isso passa uma mensagem para a comunidade de algum nível de desconexão, assim também se constantemente brincarmos com nossa tecnologia pode passar a mesma mensagem]

2. Dê a si mesmo tempo para se acostumar com eles.

Use-os em sua casa, e use-os com seu iPhone ou Android. Quando possível, venha cedo para praticar e mexer com seu mix baseado em algumas das ideias aqui. Ao longo do tempo, usar seu in-ears vai se tornar fácil.

3. Separe alguns minutos antes do ensaio para configurar a sua mistura corretamente.

Separe algum tempo durante a passagem de som para configurar o mix corretamente. Faça perguntas se você estiver tendo dificuldade. Se você acertá-los desde o início, você terá menos ajustes e problemas concorrendo com você enquanto toca, e sua parte na música vai soar melhor. É exatamente como obter a estrutura de ganho como um engenheiro de som – se você não tomar o tempo para fazê-lo corretamente, você estará lutando contra o som pelo resto do culto.

4. Comece com o volume mestre baixo e trabalhe acima.

Seus ouvidos são sensíveis, então cuidado com eles. Comece com seu volume mestre baixo, então trabalhe até que esteja se sentindo claro. Em seguida, trabalhe com cada instrumento individual para obter apenas o nível que você precisa. Isso vai também com o próximo próximo.

5. Coloque apenas o que você precisa em seu mix do monitor.

Você terá o controle total de seu mix pessoal, com uma mini-placa pequena (nós usamos Behringer P-16s) ou um app. Quanto mais confuso o seu mix é com os instrumentos, mais lamacento e frustrante se tornará. Determine o que você realmente precisa para fazer a sua parte no jogo, em seguida, mantenha o número de instrumentos diretos a um mínimo no seu mix. Ajuste esses níveis direito. (Ex. Todo mundo precisa ouvir algo da voz do líder, e de conducão acústica para o ritmo. Adicionar o bumbo ajuda a criar energia, e adiciona no quesito tempo. Os vocalistas precisam ouvir os outros vocalistas bem para um mix mais coeso.Os baixistas precisam ouvir o baterista e os bateristas precisam ouvir o ritmo interno daquele violão).

Experimente o seguinte: Reduza um pouco o volume e tente tirar as coisas da mistura (se você estiver ao lado da bateria, por exemplo, talvez não queira inclui-la no mix). Em seguida, comece a adicionar no microfone congregacional / auditório para pegar todo o resto. Segundo alguns, o som será muito melhor para você, e você será capaz de seguir bem.

6. Não super-Edite sua mixagem.

Dito isto, tendo muito poucos itens em seu monitor (imagine o seu guitarrista só ter o hi-hat em seu mix) vai mudar a música. Mantenha-o reduzido, mas certifique-se de que você tem o que irá ajudá-lo a “encaixar” no som geral.

7. NUNCA use apenas um dos seus ouvidos.

Todo mundo deve saber disso. NUNCA use apenas um dos seus In-Ears durante um longo período de tempo. Seu cérebro irá dizer-lhe para aumentar o volume, e você vai danificar o ouvido. Você apenas tem que aperfeiçoar seu próprio mix do monitor para que você se senti bem e confortável. O tópico seguinte é importante por causa disto.

8. Adicione o Microfone da Congregação à sua mistura.

Adoração é uma experiência relacional, e se você se sentir isolado da congregação e do auditório, você vai se sentir como se estivesse sozinho em um estúdio. Cada igreja deve ter um microfone ambiente ou dois para a congregação, e você vai querer isso em sua mistura. Você sentirá a conexão assim que fizer isso.

9. Esteja ciente do volume do seu mix quando começar o culto.

Você vai querer mexer o mínimo possível, quando o culto começar. Você só deve ajustar seu volume mestre durante o culto, e isso muito raramente.

10. Comunicar ativamente o envolvimento com a banda e com a Congregação.

A tecnologia serve para servir a nossa experiência de adoração comunitária compartilhada – não dominá-la. Trabalhe para fluir com seus IEMs o mais rápido possível para que seus olhos possam estar abertos, e na congregação e no líder, conforme necessário. Bem utilizado, a riqueza da música vai começar a crescer ao você ouvir melhor, e tocar melhor, juntos.

Deus te Abençoe você ao integrar os IEMs para aprimorar sua experiência de adoração como comunidade. Seja paciente, ensinável e ansioso para aprender. Quando a música melhorar, eu acho que você vai ficar feliz por ter seguido estas práticas.

———-
Dan Wilt é um autor, comunicador e uma voz inovadora nos campos da Adoração e das Artes. Dan atua como Diretor de Comunicações e Recursos da Vineyard USA.

Go top